• Banner Novembro Negro
  • Programação Novembro Negro
  • Seminário Cotas Raciais no Serviço Público

Notícias

02/09/2016 18:30

População albina comemora 15 anos de entidade representativa

O plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) sediou nesta sexta-feira (2), em Salvador, uma sessão especial pela passagem dos 15 anos de fundação da Associação das Pessoas com Albinismo do Estado da Bahia (Apalba). O evento, que também discutiu a garantia de direitos para o segmento, contou com a participação das secretarias de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e da Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS).

A titular da Sepromi, Fabya Reis, destacou que no conjunto das prioridades da pasta está o fortalecimento de políticas públicas para a visibilidade de grupos identitários e tradicionais, bem como a promoção da qualidade de vida da população albina. “A Sepromi se mantém à disposição para as articulações, dentro da estrutura governamental, no sentido garantir o cuidado necessário para com este segmento, que inclui medidas efetivas nas áreas da educação, saúde, acessibilidade, lazer, além da geração de trabalho e renda”, afirmou.

Proponente da sessão especial, o deputado estadual Rosemberg Pinto afirmou que a assistência integral em saúde deve ser uma das prioridades do Estado brasileiro no atendimento a este público. "É direito de todos os albinos a ampliação da rede de atendimento médico, o acesso gratuito a lentes corretivas", disse. Uma das lideranças do segmento, Maria Helena Machado, reforçou a necessidade da inclusão social. "É difícil para um albino viver numa sociedade em que não é enxergado", enfatizou a diretora executiva da Apalba.

Medidas - Dentre as prioridades de ação da Sepromi, segundo a secretária Fabya Reis, estão as providências, junto ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), vinculado à Secretaria de Cultura (SecultBA), para cessão de imóvel que sediará a Apalba, no Centro Histórico de Salvador. A discussão será aprofundada nos próximos dias, entre reuniões que acontecerão entre equipes dos dois órgãos. A SJDHDS foi representada pelo superintendente dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Alexandre Baroni. A atividade contou com a presença de albinos dos municípios de Novo Triunfo, Macaúbas, Santo Antônio de Jesus, Crus das Almas, Inhambupe Alagoinhas e Ipirá.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.