• Novas sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Novembro Negro
  • Novembro Negro
  • Benner Novembro Negro

Notícias

19/05/2017 09:50

Municípios aderem ao Fórum da Igualdade Racial e serviço para Micareta é aberto

Com grande importância histórica na Bahia, Feira de Santana e Cachoeira renovaram nesta quinta-feira (18) a participação no Fórum de Gestores Municipais de Promoção da Igualdade Racial, medida que amplia as ações direcionadas às populações negras locais. O ato foi formalizado com a presença da titular da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Fabya Reis, do prefeito de Feira, José Ronaldo, do secretário de Cultura de Cachoeira, Gleidson Rosário, durante a abertura do serviço de enfrentamento ao racismo que será oferecido durante a Micareta de Feira, até o próximo domingo (21).

Para a secretária da Sepromi, Fabya Reis, a gestão das políticas de promoção da Igualdade Racial ganham reforça a gestão das políticas de promoção da igualdade racial em regiões estratégicas da Bahia. “Assim, interiorizamos ainda mais as nossas ações, trocando experiências, valorizando as boas práticas e atuando de forma cooperada”, destacou a gestora, também ressaltando a importância da vigilância do poder público para a proteção dos direitos da população negra e combate às diversas formas de racismo, ação potencializada na Micareta de Feira. “Nos quatro dias de festa atuaremos para prevenir as práticas racistas, amparando a população que eventualmente tenha acesso negado a algum espaço, seja vítima ou testemunhe violências deste tipo”, pontuou.

O prefeito de Feira de Santana disse que a expectativa é consolidar as ações, posicionando as políticas como “ações constantes no município, ao longo de todo o ano”, destacando que as medidas adotadas para a Micareta já acontecem por três anos consecutivos. Dentre as instâncias parceiras locais estão a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso), através do Departamento de Promoção da Igualdade de Gênero, Igualdade Racial e de Juventude, e o Conselho Municipal das Comunidades Negras e Indígenas (Condecini).

Também estiveram presentes na abertura do serviço o secretário da Sedeso, Ildes Ferreira; o coordenador da Estação Juventude de Feira, Geovanny Ferreira; o subcoordenador regional da Defensoria Pública do Estado, Marcelo Rocha; as representações do Ministério Público, promotora Semiana Oliveira; da Ouvidoria Geral do Estado (OGE), Michel Lobo; das secretarias estaduais da Educação (SEC), Jaqueline Lemos; da Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS); Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Marconi Sena e Instituto Federal da Bahia (IFBA).

O serviço
– O posto de atendimento do serviço “Micareta sem Racismo”, funciona entre quinta (18) e sábado (20), das 18 às 22hs, e domingo (21), das 14h às 19hs, na sede Universidade Aberta do Brasil, localizada na Avenida Presidente Dutra (ao lado da antiga Direc).

O serviço também conta com equipes especializadas que atuarão ao longo do circuito Maneca Ferreira, realizando pesquisa e monitoramento sobre os casos de discriminação racial. Nos quatro dias de Micareta serão oferecidos apoio jurídico e orientações do Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, equipamento sediado na capital baiana, vinculado Sepromi.

Os casos também poderão ser registrados pelos telefones 0800 284 0011 (Ouvidoria Geral do Estado – OGE) e 156 (Prefeitura Municipal de Feira de Santana), serviços de ligação gratuita.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.