• Prêmio de boias práticas 2017
  • Novas sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Banner Recadastramento do Servidor

Notícias

11/10/2017 18:10

Crianças da área urbana e rural de Simões filho participam de intercâmbio em quilombo

Barracas de feira com chitas, balões coloridos, esteiras de palhas, palmeiras e artesanatos, decoravam o Quilombo Pitanga dos Palmares/Caipora, no município de Simões Filho, anunciando que a quarta-feira (11) seria diferente. A líder da comunidade, Maria Bernadete Pacífico, recepcionou crianças e adultos que participaram do intercâmbio do projeto Meio Ambiente em diversas perspectivas, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). O objetivo é proporcionar a troca de experiências entre crianças de escolas da área urbana e rural, com atividades focadas na Educação para o Desenvolvimento Sustentável.

“Nossa palavra aqui é de esperança e alegria em ver as crianças se divertindo, visitando horta, trocando informações, pois são elas que no futuro cuidarão da riqueza produtiva existentes nesse lugar. E não podemos esquecer que o Território Metropolitano vai além das indústrias e tem um rural forte, significativo, que alimenta muita gente com sua produção”, destacou o secretario da SDR, Jerônimo Rodrigues.

O evento reuniu mais de 60 crianças, com idades entre oito e 11 anos, estudantes de três escolas, sendo duas da zona urbana - Colégio Reitor Miguel Calmon (gestão estadual) e Creche Escola Reverendo Rodrigo Silva Santana (gestão municipal) - e uma da comunidade quilombola - Centro Comunitário Nossa Esperança.

Após as apresentações culturais e contação de histórias, meninos e meninas tiveram a oportunidade de visitar a Horta Agroecológica que fica no Quilombo e, ao chegar lá, seu Paulo Cesar Silva logo chamou a atenção: “Aqui só tem produto de qualidade e saudável, sem agrotóxico, só uso adubo de galinha e vaca”, informou. Segundo ele, a venda da produção ajuda alimentar a população de Camaçari e a gerar renda para o sustento da sua família.

Célia Watanabe, gestora da Superintendência de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater/SDR), salientou que atividades com esse cunho educativo servem “de formação sobre o meio ambiente, ajuda a entender a importância da alimentação saudável, além de promover a troca de saberes intergeracionais e estabelecer uma relação de cuidado com os recursos naturais. Para que tenhamos um desenvolvimento sustentável é necessário termos um espaço rural dinâmico e vivo”.

O estudante Everton Pereira, 12 anos, estudante do Colégio Estadual Reitor Miguel Calmon, afirmou que o passeio foi proveitoso: “A horta é bonita e legal, além de ser importante para a gente se alimentar e ter uma saúde boa”.

Sobre o projeto
O projeto Meio Ambiente em diversas perspectivas foi promovido pela SDR, por meio da Bahiater, em parceria com a Superintendência de Políticas Territoriais e Reforma Agrária (Sutrag) e as secretarias Estaduais de Educação (SEC), Segurança Pública (SSP), Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), de Justiça Direitos Humano e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e a Prefeitura Municipal de Simões Filho.
 
 
*Com informações da SDR.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.