• Novas sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Novembro Negro
  • Novembro Negro
  • Benner Novembro Negro

Notícias

10/11/2017 16:50

Funceb lança projeto Novembro das Artes Negras em diversas linguagens

Em celebração ao mês da Consciência Negra, a Fundação Cultural do Estado/SecultBA (Funceb) lança, este ano, o projeto Novembro das Artes Negras, contemplando a produção artística negra nas diversas linguagens. A Funceb promove, em novembro, uma série de atividades em Literatura, Artes Visuais, Dança, Audiovisual, Teatro, Música e Circo, abertas ao público, com destaque especial para a Sala King, espaço na sede da Fundação (Pelourinho) que abrigará atividades culturais. A Sala homenageia o dançarino e professor Mestre King.

O Novembro das Artes Negras chega com o propósito de visibilizar, potencializar e reconhecer as produções dos diversos agentes culturais negros do estado ao longo do ano, culminando com o Novembro Negro. Na programação, estará em destaque a convergência entre as artes, dialogando entre si com atividades transversais. Saraus poéticos, apresentações musicais, de dança e circenses, exposições, exibição e lançamentos de filmes, são algumas das ações envolvidas no projeto.

Com o Novembro das Artes Negras, a Funceb inaugura um novo diálogo e aproximação com artistas e produtores culturais negros e negras, promovendo a visibilidade e intercâmbio destas linguagens. A partir do dia 1º de novembro, com o lançamento do Núcleo de Pesquisa em Dança Afro, capitaneado pela Escola de Dança da Funceb, o Novembro das Artes Negras iniciou um ciclo de valorização e reconhecimento da Cultura Negra na Bahia, em suas variadas vertentes.

Dentre as ações, a Funceb reunirá debates em torno da presença negra feminina na Dança, suas memórias, estereótipos e protagonismo, além do empreendedorismo na área e a realização de oficinas gratuitas. As referências negras no âmbito da Palhaçaria também estarão em destaque na programação, em parceria com escolas do entorno, além de saraus de Poesia, reunindo coletivos periféricos de Salvador. Na pauta, a Poesia Preta Periférica Marginal, protagonizada pela juventude negra em diversas comunidades, pautando o empoderamento feminino, o combate ao racismo e à intolerância religiosa.

O combate ao ódio religioso propagado contra as religiões de matriz africana também será destaque na programação das linguagens de Artes Visuais, Audiovisual e Teatro, que realizarão ações envolvendo lançamento de filme e debates, apresentação de espetáculo, oficina de graffite e exposição.

Toda programação do Novembro das Artes Negras da Funceb será aberta ao público e acontecerá em seus equipamentos – na sede (Sala King), Auditório do Liceu, no Centro de Formação em Artes (CFA) e na Escola de Dança, todos no Pelourinho, e envolverá esta comunidade, bem como outros bairros, como no Barris, no Espaço Xisto.

Mais informações e a programação completa
AQUI
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.