• Banner Novembro Negro
  • BANNER FAPESB

Notícias

06/11/2019 17:50

Sepromi homenageia Escola Zumbi dos Palmares pela valorização da diversidade

Foi realizado nesta quarta-feira (6), em Camaçari, um ato de reconhecimento à Escola Municipal Zumbi dos Palmares pelas contribuições na implementação de políticas educacionais que valorizam a diversidade étnico-racial e religiosa, além da riqueza da cultura afro-brasileira. A homenagem, realizada pela Secretaria Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), contou com a presença de lideranças, autoridades, educadores e comunidade escolar.

A unidade escolar foi a primeira na Bahia a receber a placa comemorativa do Estado, com selo da Década Internacional Afrodescendente, resultante dos trabalhos desenvolvidos em atendimento às leis federais 10.639 e 11.645 que estabelecem a obrigatoriedade do ensino de história e cultura afro-brasileira e indígena nas grades curriculares. A instituição possui o maior Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de Camaçari e está entre as melhores do país.

“Para nós, uma formação vai para além dos livros, sejam didáticos, paradidáticos ou literários. Ela passa pela moldagem do indivíduo, do seu caráter. Aqui ajudamos na formação dessas crianças, fazendo com que elas se compreendam enquanto pessoas e cidadãos, fortalecendo-os enquanto seres humanos para que saiam ilesos do racismo”, falou Tata Ricardo Tavares, idealizador da escola. A fala dele foi antecedida de diversas apresentações dos alunos, que declamaram poemas e entoaram a música “Canto das três raças”, de Clara Nunes. 

A titular da Sepromi, Fabya Reis, destacou o pioneirismo na implementação de uma escola localizada dentro de um espaço religioso de matriz africana, mas que pratica a laicidade de forma cotidiana. “Trata-se de uma escola em funcionamento no território tradicional do Terreiro Lembá e que promove a integração entre pais evangélicos, católicos, candomblecistas, entre outras religiões. Uma escola que respeita as diferenças na comunidade. Prestar esse junto reconhecimento é reforçar ainda mais o Novembro Negro com simbolismo, ações afirmativas e protagonismo da nossa gente”, pontuou a secretária. 

Na oportunidade, foram doados à escola 200 exemplares de literatura infanto-juvenil da pedagoga e escritora Kalypsa Britto, entregues pelas mãos da própria educadora.

Também estiveram presentes o prefeito Elinaldo Araújo; a secretária municipal da Educação, Neurilene Martins; a primeira-dama, Ivana Paula; dentre outras lideranças.

Marcou presença, ainda, a deputada estadual Fátima Nunes, presidente da Comissão de Promoção da Igualdade da Assembleia Legislativa (ALBA), que formalizou uma Moção de Congratulações e Aplausos à instituição de ensino. O superintendente da ALBA, Bira Corôa, também esteve na solenidade.

A Escola - A convivência pacífica entre pessoas de diferentes religiões, crenças ou etnias é a proposta da Escola Zumbi dos Palmares, que foi inaugurada em fevereiro de 2011 e atualmente conta com 150 alunos com idade de 4 a 12 anos. Localizada no Loteamento Parque Real Serra Verde, a unidade fica no Terreiro de Lembá, sendo a primeira da cidade e segunda do estado situada num espaço religioso de matriz africana a partir de convênio com a prefeitura. Construída em um terreno de 1.500 metros quadrados, a escola se tornou referência na educação do município.



*Com informações da Prefeitura de Camaçari.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.