• Banner Novembro Negro
  • Banner Covd 19

Notícias

22/05/2020 18:40

CESPCT realiza reunião virtual, discute impactos e ações na pandemia de Covid-19

A Comissão Estadual para a Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais (CESPCT) realizou nesta sexta-feira (22) a 30ª reunião ordinária, de maneira virtual, em virtude da necessidade de isolamento social no enfrentamento da Covid-19. Participaram cerca de 40 integrantes, representando sociedade civil e poder público. O encontro foi dirigido pela presidenta do colegiado e titular da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Fabya Reis.

Dentre as principais pautas tratadas estavam os desafios e possibilidades para as políticas destinadas aos povos e comunidades tradicionais no contexto da pandemia de Covid-19. A secretária destacou o conjunto de ações do Governo do Estado neste período, ressaltando que o momento demanda cautela, união de esforços e sensibilização de todos os setores da sociedade.

“As famílias dos segmentos dos povos e comunidades tradicionais da Bahia estão, sem dúvidas, no foco dos problemas decorrentes da Covid, acumulando diversas vulnerabilidades, assim como as comunidades negras das periferias”, ressaltou Fabya Reis. Ela informou que um dos destaques é a campanha de orientação que conta com variadas peças, a exemplo de vídeos, cartilha, peças de rede social e carros de som nas comunidades.

Além disso, destacou a importância da utilização do Tele Coronavirus (Ligue 155), serviço que já atendeu mais de 40 mil ligações de todos os territórios baianos. Citou as articulações junto aos municípios e Governo Federal diante dos problemas enfrentados pelos segmentos neste período. Outra ação é o diálogo com a União dos Municípios da Bahia (UPB) para envolver as gestões municipais, visando fortalecer a assistência aos segmentos que estão localizados em seus territórios.

As representações dos segmentos, com participação expressiva no encontro, informaram sobre os impactos da pandemia em suas comunidades e ações das entidades representativas. Já os membros do poder público divulgaram outras iniciativas emergenciais e no âmbito das políticas públicas estaduais neste período.

Outros encontros virtuais ocorrerão nos próximos meses, desdobrando discussões e uma série de ações do colegiado. Participaram da reunião de hoje os segmentos de terreiros, indígenas, ciganos, extrativistas, pescadoras, fundos e fechos de pasto e geraizeiros. No âmbito do poder público, além da Sepromi estavam Serin, Sesab, Seplan, SJDHDS, SPM, Secult/CCPI, SeagriI/Bahia Pesca, Secti, SDE, Sedur, Seinfra, SIHS, Inema, Sema e SEC.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.