• Edital Prof Jorge Conceição
  • Banner Novembro negro 2021
  • Banner Novembro negro 2021 campanha

Notícias

18/11/2021 17:10

Novembro Negro em Ipiaú discute políticas de igualdade racial

A titular da Secretaria de Promoção da Igualdade Racismo (Sepromi), Fabya Reis, participou nesta quarta-feira (17) do encontro "Pensar as políticas de igualdade racial" no município de Ipiaú. O evento, organizado pelo Instituto Latino Americano de Tradições Afro Bantu (Ilabantu) e instituições parceiras, reuniu autoridades locais, representações de universidades, do movimento negro, da capoeira e das religiões de matriz africana. A agenda integrou o calendário do Novembro Negro da Bahia.

O tata Walmir Damasceno, do Ilabantu, destacou que a mobilização visa integrar esforços para o fortalecimento das políticas afirmativas e no reconhecimento às demandas cotidianas de promoção da população negra. “A Sepromi tem uma importância muito grande para a vida da nossa gente e está se fazendo presente aqui conosco. Para nós é um instrumento de governo fundamental na defesa das lutas e questões do povo negro. Percebemos a intensificação dos trabalhos da secretaria e, sem dúvidas, o município de Ipiaú é muito especial nesta agenda”, ressaltou.  

A secretária Fabya Reis disse que as discussões agregam entendimentos importantes acerca da necessidade de políticas de reparação. “Com uma grande diversidade de representações e segmentos aqui discutimos políticas de igualdade racial, de valorização da cultura afro-brasileira e ações ainda mais incisivas no enfrentamento a todas as formas de racismo e à intolerância religiosa. Um debate necessário e que enriquece o calendário do Novembro Negro da Bahia”, pontuou a titular da Sepromi.  

Já o vice-prefeito, Cezário Costa, considerou que a atividade somará aos esforços locais pela inclusão plena do povo negro. “Aqui tivemos falas e contribuições muito importantes, abordando este tema tão relevante que é a promoção da igualdade racial, a busca da igualdade de oportunidades a todas e todos”, afirmou. O município de Ipiaú é um dos membros no Fórum de Gestores Municipais de Promoção da Igualdade Racial, instância coordenada pela Sepromi.  

Representando a esfera acadêmica, o reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Alessandro Fernandes, reafirmou a missão e os compromissos da instituição. “A universidade precisa ser vanguarda em todas as políticas que tenham como foco a superação das desigualdades, do racismo e discriminações. Estamos imbuídos nas ações e políticas públicas no campo do ensino, pesquisa e extensão, assim como no desenvolvimento territorial da Bahia. Esta é uma das atribuições do nosso fazer universitário”.  

Participarem do evento, ainda, o presidente da Câmara Municipal, vereador Robson Moreira e colegas parlamentares; a secretária da Educação e Cultura, Erlândia Santos; a capitã Thaís Trindade, do Núcleo de Religiões de Matrizes Africanas (Nafro-PM); representantes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB); da OAB; dentre outras entidades da sociedade civil e do poder público.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.