• BANNER FAPESB
  • Banner Novembro negro 2021 campanha
  • Banner ouro negro 2022

Notícias

02/12/2021 12:10

SIHS destaca investimento de R$ 36 milhões em saneamento nas comunidades tradicionais e assentamentos rurais nos últimos 3 anos

Expandir a oferta de água e melhorar as condições sanitárias em áreas de comunidades e povos tradicionais e em assentamentos rurais é compromisso do Governo da Bahia, materializado com a implementação de ações de saneamento em beneficio dessa população.

Por ocasião do Novembro Negro, a Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), detalhou as ações que vem desenvolvendo para o acesso dessas comunidades às políticas públicas de saneamento básico, com a execução de ações através da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), realizando a perfuração de poços, implantando sistemas de abastecimento de água e instalando módulos sanitários domiciliares (MSD).        

Entre 2019 e setembro de 2021, foram investidos mais de R$ 21 milhões beneficiando 20 mil pessoas em 249 localidades envolvendo as Comunidades Quilombolas, os Fundos de Pasto, as Áreas Indígenas e os Assentamentos Rurais. Até o final deste ano cerca de R$ 15 milhões serão investidos na construção de 37 novos Sistemas de Abastecimento de Água, em assentamentos, beneficiando 1.987 famílias na zona de rural de 27 municípios.

"O governo da Bahia tem investido para garantir o acesso à água de qualidade e em quantidade adequada, além de fortalecer ações de promoção e avanço dos serviços de saneamento nessas comunidades tradicionais. Quando vemos números expressivos, temos a certeza que estamos caminhando na direção certa, principalmente no que diz respeito ao objetivo de gerar maior inclusão social por meio de soluções que promovam o saneamento, respeitando sempre os valores culturais e buscando a melhoria da qualidade de vida e promovendo a saúde dessa população", destacou o titular da SIHS, Leonardo Góes.

Ações de saneamento em destaque em territórios Quilombolas em 2019 -2021

Promover o acesso das comunidades quilombolas às políticas de saneamento básico, em um estado que abriga em torno de 24% das comunidades quilombolas do país, é tarefa importante.

No período 2019/2021 (até setembro), a SIHS atuou junto a 65 comunidades levando água e melhores condições sanitárias. Foram aplicados recursos da ordem de R$ 8,32 milhões em territórios quilombolas, na perfuração de 25 poços, e na implantação de sistemas de abastecimento de água em 23 comunidades, beneficiando 8.963 remanescentes de quilombos. No campo do esgotamento sanitário, foram implantados 225 módulos sanitários domiciliares, beneficiando 763 pessoas de 17 comunidades quilombolas.

Estão em andamento em 2021 outros 07 sistemas, que irão atender outras 2.621 pessoas, com um investimento previsto de R$ 1,75 milhão.

Ações de saneamento em destaque em Áreas de Fundo de Pasto em 2019 – 2021

Outro território tradicional que vem sendo objeto de atenção das políticas públicas de acesso à melhoria da qualidade de vida, é a área de fundo de pasto. A SIHS atua junto a essas comunidades promovendo o acesso a água e a condições sanitárias importantes.

Foram aplicados recursos da ordem de R$ 4,22 milhões em 43 comunidades de fundo de pasto, na perfuração de 27 poços, na implantação de sistemas de abastecimento de água em 12 comunidades, beneficiando 2.769 pessoas, e foram implantados 186 módulos sanitários domiciliares, beneficiando 632 pessoas de 4 localidades.

Estão em andamento em 2021 outros 07 sistemas, que irão atender outras 2.049 pessoas, com um investimento previsto de R$ 5,29 milhões.

Ações de saneamento em destaque em Assentamentos Rurais em 2019 -2021

Ao lado do trabalho direcionado aos povos tradicionais do estado, os Assentamentos Rurais, com percentual significativo de população negra, são objeto de atenção da SIHS, que viabiliza, com suas ações, a melhoria da qualidade de vida dos assentados, que é materializada no acesso a água potável e a unidades sanitárias adequadas.

No período 2019/2021 (até setembro), a SIHS atuou junto a 133 comunidades de assentados, levando água e melhores condições sanitárias. Foram aplicados recursos da ordem de R$ 8,18 milhões em assentamentos rurais, na perfuração de 99 poços; na implantação de sistemas de abastecimento de água em 31 localidades, beneficiando 7.422 assentados; e na instalação de 48 módulos sanitários domiciliares, beneficiando 164 pessoas de 3 comunidades.

Estão em execução em 2021, outros 5 sistemas, que irão atender outras 1.237 pessoas, com um investimento previsto de R$1,07 milhão.

Fonte: Ascom SIHS
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.