• BANNER FAPESB
  • Banner Novembro negro 2021 campanha
  • Banner ouro negro 2022

Notícias

01/12/2021 14:20

Bom Jesus da Lapa sediou mobilizações do Novembro Negro Quilombola

Considerado um dos principais polos de encontros dos segmentos dos povos e comunidades tradicionais da Bahia, o município de Bom Jesus da Lapa, no Oeste baiano, sediou entre 27 e 30/11, o evento “Novembro Negro Quilombola”. O encontro, que agregou intensas atividades, a exemplo de seminários, palestras, capacitações, trocas de experiências e missas, contou com apoio financeiro do Governo do Estado da Bahia, por meio da Bahiatursa, e parceria da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), compondo o calendário do Novembro Negro da Bahia.

Participação de representantes do Conselho de Comunidades Quilombolas do Estado da Bahia (CEAQ-BA), Coordenação Nacional de Articulação de Quilombos (CONAQ), da Prefeitura de Bom Jesus da Lapa, lideranças de comunidades quilombolas de diversos territórios, membros de diversos conselhos e de colegiados territoriais, militantes do movimento negro, educadores, dentre outros segmentos.

O Novembro Negro Quilombola foi aberto no sábado (27), contando com ações alusivas ao Dia Nacional da Consciência Negra no Território do Velho Chico – TVC e agregando variadas lideranças quilombolas dos demais territórios de identidade. O dia foi marcado por um encontro cultural na comunidade quilombola Araçá/Cariacá, Feira Quilombola e encontro de planejamento do CEAQ.

Outro momento marcante foi a realização da Missa Quilombola na Comunidade de Bebedouro, além de atividade no âmbito do turismo Étnico-Afro e Religioso, promovendo intercâmbio entre lideranças do estado do Espirito Santo e comunidades quilombolas da Bahia, fortalecendo a cadeia produtiva do Turismo Cultural, propondo e criando estratégias de desenvolvimento e fortalecimento socioeconômico do segmento.

Capacitações e fortalecimento - Entre os dias 27 e 28 aconteceram seminários, oficinas e capacitações voltadas às questões que envolvem temas da Consciência Negra e Empoderamento, agendas que contaram com presença de crianças, adolescentes e juventude quilombola. Mulheres e jovens também fizeram parte do público estratégico, participando de palestras sobre autoestima das mulheres negras e empoderamento através da estética étnico-racial. Associativismo e valorização das lideranças quilombolas também estavam entre os debates.

A programações finais, entre 29 e 30/11, contaram com apresentações culturais de grupos e artistas do território do Velho Chico, com ênfase na valorização da cultura popular das comunidades quilombolas da região. Já na noite de encerramento o público prestigiou o Samba de Roda Território Lagoa das Piranhas; o Samba de Roda “Eu do Quilombo”, de Araçá/Volta; apresentação de dança e poema do Quilombo Rio das Rãs; homenagem aos personagens do movimento negro de Bom Jesus da Lapa; e apresentação de dança e desfiles da Beleza Negra.

A última mobilização do “Novembro Negro Quilombola” em Bom Jesus da Lapa, na manhã do dia 30, foi a reunião de balanço, com debates, diretrizes e encaminhamentos para os próximos períodos de luta.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.